•  +55 (51) 9 9100.0075
  • +55 (51) 3279.2779

Gatos e água sanitária: saiba o porqê alguns felinos são encantados por esse produto!

Castração/Esterialização II
julho 20, 2017
Médica Veterinária Roberta Zander, proprietária do gatil dá entrevista à Revista Cães e Cia
julho 20, 2017
Hoje iremos falar de um tema que desperta a curiosidade dos pais de felinos: a paixão que alguns deles sentem pelo cheiro da água sanitária. Como recebemos uma mensagem nos questionando sobre esse tema, resolvemos tentar explicar um pouco sobre o porquê de isso acontecer.

Os gatos reagem diferentemente aos estímulos que são submetidos. Por isso que temos o cuidado de dizer que alguns felinos podem se comportar de determinada forma, enquanto outros optarão por outra maneira. Isso vale para todas as coisas, indo desde a marca da ração, da areia, à atração para arranhar alguns tipos de tecido ou objetos da sua casa. O cheiro da água sanitária, portanto, não fugiria a essa regra e é por isso que, em nossa casa, dos três filhos felinos, apenas a Jade começa a rolar no chão e se esfregar. Os outros dois permanecem em cima de algum móvel observando a movimentação da vassoura e do rodo tentando entender esse ritual da limpeza.

Mas o porquê isso acontece? Porque o gato simplesmente começa a rolar no solo, a miar alto, a querer esfregar o rosto no chão? A resposta não é exata, mas há estudos que mostram que pelo menos um dos componentes químicos da água sanitária, a lixivia – um composto baseado no hipoclorito de sódio -, assim como outros produtos à base de cloro, desperta um efeito similar ao do catnip – uma planta que tem, entre suas propriedades, substâncias que deixam os felinos eufóricos/felizes. Como a parte do cérebro do gato responsável por identificar cheiros é muito mais elaborada do que a humana, o felino consegue perceber aromas “invisíveis” que são desprendidos de produtos e podem desencadear um efeito hormonal no corpo dele. Esse é o caso da água sanitária, que por ter partículas voláteis, acaba sendo percebido por alguns gatos que reagem ao estímulo recebido.

Essa percepção dos gatos mais sensíveis, no entanto, não é similar. Conforme dissemos acima, os felinos são diferentes e a forma como lidam com o estímulo recebido também seguirá um padrão desigual. Duas são as possíveis interpretações que o gato pode dar à lixívia: a primeira seria àquela provocada pelo catnip e uma segunda seria entender o odor como se fosse um feromônio. Se o seu gato apenas rola no chão feliz, esfrega o rosto nos objetos perto de onde foi passada a água sanitária, então ele se enquadra no primeiro caso. Se, no entanto, ele tiver uma postura mais incisiva, como correr em direção ao cheiro e começar a miar ou mesmo urinar, então o seu filho felino se enquadra na segunda categoria. Nessa, você terá que ter mais cuidado a fim de evitar um estímulo desnecessário e ilusório que apenas serve para deixá-lo confuso e incerto do que se passa no território de sua casa. Caso queira, opte por usar outro produto que não tenha hipoclorito de sódio para limpar a sua casa.

Apesar de a água sanitária despertar essas sensações em alguns gatos, devem-se tomar certos cuidados com ela. Não há risco de o seu felino apenas curtir o cheiro exalado desse produto, mas há caso ele a ingira. Se ele fizer isso, provavelmente irá vomitar como uma reação natural do organismo. Caso o vômito não cesse, leve-o rapidamente para que o veterinário possa avaliar o estado dele. Uma pequena quantidade ingerida não o matará, mas poderá deixá-lo doente, por isso a necessidade de consultar um especialista.

Outro ponto que se deve ficar atento é na combinação de produtos que contenham lixívia com outros que tenham amônia, pois haverá uma combinação química bastante perigosa e que pode ser fatal para o gato. Finalmente, não permita que o felino tenha contato com a água sanitária. Algumas pessoas têm o hábito de deixar “de molho” o banheiro, pias, chão da cozinha, entre outros lugares, com a intenção de acabar com as bactérias. Se for esse o seu caso, não deixe que o gato ande nessas áreas com o líquido exposto, pois além de poder causar reação alérgica na pele, ele poderá engolir o produto quando for lamber as patas.

A água sanitária, como sabemos, é um produto presente em muitos lares brasileiros e que contribui muito para a limpeza dos ambientes. Tome os cuidados descritos acima tanto para o caso de o seu gato ser atraído pelo cheiro, quanto se não o for. Caso ache melhor, procure por produtos que não possuam hipoclorito de sódio e tenha uma casa limpa e feliz.

 

Os comentários estão encerrados.